A suspeita de um novo ataque terrorista em Paris leva polícia a fazer uma operação nesta madrugada

Ruas em Saint-Denis estão cercadas e bloqueadas por elementos da Polícia Judiciária e do Exército. Há ainda um terrorista escondido no apartamento. Jihadistas estariam a preparar um novo atentado em Paris.

Uma operação da polícia antiterrorista francesa está a decorrer desde a madrugada de hoje em Saint-Denis, no norte de Paris. Entre tiros e explosões, há registo de polícias feridos e de terroristas mortos. A capital francesa está novamente em estado alerta

operação.paris

O conceituado jornal francês Le Fígaro fez, há instantes, uma atualização da informação que foi possível recolher até o momento, avançando que estaria a ser preparado um novo ataque terrorista em Paris.

Segundo fontes policiais, cinco pessoas foram detidas para interrogatório: três homens que estavam escondidos dentro do apartamento e um casal que se encontrava nas imediações da habitação – o dono do apartamento alvo de intervenção e a amiga deste.

Já o Libération cita um comunicado da procuradoria-geral da República francesa que confirma apenas a morte de uma mulher que ativou o cinto de explosivos que tinha à cintura. Os dois outros mortos, que haviam sido anteriormente confirmados por agentes da polícia no local, não foram agora alvo de comentário.

No entanto, a CNN garante que uma fonte oficial assegura que são três os terroristas que morreram no decorrer desta ação policial.

Informações recolhidas pelo Le Parisien revelam que três polícias sofreram ferimentosde balas, sendo que a gravidade do estado de saúde não é conhecida. Às 09h00 a polícia revelou, através da sua conta do Twitter, que cinco agentes sofreram ferimentos ligeiros.

A jornalista do Le Fígaro que está no local garante que um terrorista ainda está no interior da habitação e que este será o cérebro dos atentados de sexta-feira, o belga Abdelhamid Abaaoud, que organizou os atentados da última sexta-feira e principal visado desta operação.

As autoridades encerraram a circulação de transportes públicos naquela zona e as escolas e a universidade localizadas em Saint-Denis vão estar encerradas, pelo menos, durante toda a manhã.

A polícia e os cerca de 100 militares que estão no local estão a pedir às pessoas parapermanecerem em casa.

O presidente francês François Hollande está reunido, no Palácio do Eliseu, com o primeiro-ministro Manuel Valls e com o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve. O ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.