Baixada Santista – Ventos de 80KM causam estrados em várias cidades

Quedas de árvores e falta de luz em semáforos foram algumas das ocorrências


Uma forte ventania atingiu a Baixada Santista na manhã desta quinta-feira (27). Em Santos, com rajadas que alcançaram 79,9 km/h, conforme informações da Base Aérea, houve queda de árvores e um prédio na Pompeia foi atingido por vigas de obra de uma construção. Por sorte, não há informações de feridos.

A travessia de balsas também foi interrompida. Entre as ocorrências mais graves estão o desabamento do muro de uma residência na esquina das ruas Professor Pirajá da Silva e Guaiaó, na Aparecida, e a queda de parte do material de construção de um edifício localizado na confluência da Avenida Presidente Wilson com a Rua Olavo Bilac.

No primeiro endereço, conforme apurado pela Reportagem, as fortes rajadas de vento deixaram a fachada da residência, aparentemente abandonada, completamente destruída. Além do muro, um outdoor de ferro, situado na frente do imóvel, também veio abaixo. Por sorte, o local estava desabitado e ninguém ficou ferido.

á na esquina da Avenida Presidente Wilson com a Rua Olavo Bilac, as vigas de um prédio em construção (onde ficava antigo Pão de Açúcar) atingiram um condomínio de cinco andares. Os materiais soltos ainda foram arremessados à garagem e amassaram sete carros estacionados no local.

Conforme informações do síndico do condomínio, Roberto Fernando Frojuello Junior, de 52 anos, por sorte, não houve feridos, mas, por segurança, o quinto andar do edifício precisou ser evacuado para avaliação da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Os oficiais temem que o vento volte e possa colocar as vidas dos moradores em risco.

”Tivemos danos no telhado do prédio e alguns carros que estavam na garagem também foram atingidos. A obra está sem rede de proteção, então, com a ventania, tudo voou”, comenta o síndico.

Segundo a Prefeitura de Santos, em razão da queda de parte do material de construção, a Polícia Militar efetuou o bloqueio na via, entre a orla e a Rua Floriano Peixoto. Por volta das 9h40, havia lentidão entre a Avenida Bernardino de Campos (Canal 2) e a Rua Olavo Bilac.

Ainda no Município, a Defesa Civil registrou, até as 9 horas, a queda de 15 árvores devido à ventania. As ruas onde ocorreram os acidentes foram Alexandre Fleming, na Aparecida, Torquato Dias, no Morro da Nova Cintra, Visconde de Cayru, Campo Grande e Antonio Manoel de Carvalho, Marapé.

Houve registros ainda na esquina das ruas Iguape com Cananeia,  Etelvina de Paula Freire, na Paraná com Carvalho de Mendonça, Julio Conceição, Nabuco de Araújo, Imperatriz Leopoldina, César Lacerda de Vergueiro, Barão de Penedo, Augusto Paulino (entre Ana Costa e Pará), Praça do Carmo com Canal 7 e Frei Francisco Sampaio, após o Canal 5.

Na Rua Alfaia Rodrigues, nº 501, na Aparecida, e no Edifício Estela Magma, na Ponta da Praia (Avenida Rei Alberto I, 363), foram registradas quedas de material de construção. Já no número 641 da Avenida Francisco Glicério, em razão dos fortes ventos, uma placa de publicidade chegou a ficar pendurada.

Queda de energia

O vendaval também causou quedas de energia elétrica em Santos e afetou o funcionamento de alguns semáforos da Cidade, segundo a Companhia de Engenharia e Tráfego (CET).

Os equipamentos afetados estão localizados nos cruzamentos Ana Costa com Joaquim Távora, Ana Costa com Carvalho de Mendonça, Canal 3 com Xavier Pinheiro, Canal 3 com Francisco Glicério, Canal 3 com Almeida de Moraes, Canal 3 com Carvalho de Mendonça, Canal 1 com Floriano Peixoto, Canal 1 com Carvalho de Mendonça, Senador Feijó com Julio de Mesquita, Senador Feijó com Almeida de Moraes, Senador Feijó com Joaquim Távora, Senador Feijó com Carvalho de Mendonça, Senador Feijó com Lucas Fortunato, Afonso Pena com canais 4 e 5 (cruzamentos fechados para segurança), Afonso Pena com Senador Dantas, Canal 5 com Mário Covas, Praia com Praça Santo Antonio do Embaré e Praia com Conselheiro Nébias.

Há operadores de tráfego nos locais com semáforos apagados. Alguns cruzamentos são monitorados pelos funcionários da CET para organizar o tráfego. Segundo a CET, são 34 agentes nas ruas e seis dando suporte na Central de Controle Operacional.

Na Pompeia, o fotógrafo de A Tribuna Claudio Vitor Vaz registrou as rajadas de vento que ocorreram por volta das 7 horas. No registro, realizado na Rua Olavo Bilac, é possível ver que a ventania trouxe estragos ao local e espalhou pedaços de madeira provindos de uma obra de um prédio na região.

Ainda em Santos, a travessia de balsas para Guarujá também foi interrompida nesta manhã. Conforme apurou a Reportagem, por volta das 7h30, um grande número de veículos formava filas no acesso das duas cidades.

São Vicente

Em São Vicente, a Reportagem também registrou ocorrências. Houve a queda de uma árvore na Rua General San Martin, no Jardim Independência e outra na Rua Pérsio de Queiroz Filho, na Praça Walter do Amaral, no Catiapoã .

Ainda no Município, parte dos fundos da antiga lareira, localizada no entroncamento da Rua Campos Sales com a Benjamim Constant, perto da Linha Amarela, também chegou a desabar. O trânsito chegou a ser interditado na Avenida Martins Fontes, no trecho do Viaduto Antonio Emmerich e, os motoristas que precisam se dirigir a Santos seguem pela Rua João Ramalho.

Tempo

A ventania desta manhã pode ter relação com a mudança brusca de tempo.  Segundo informações do Instituto Climatempo, apesar do calor registrado na última quarta-feira (26), a previsão aponta pancadas de chuva para esta quinta (27), com temperatura mínima prevista de 16°C e máxima de 27º C ao longo do dia.

A baixa mínima deve predominar durante boa parte do fim de semana. Nesta sexta-feira (28) e sábado (29), atingem a mínima de 15ºC, enquanto no domingo (30) a temperatura pode cair até os 17º C durante o dia. O céu nublado deve predominar durante a maior parte do tempo nesse período. No entanto, o domingo pode ser ensolarado, tendo máxima de 31ºC.

Fonte: A tribuna

Mais registros sobre os estragos, encaminhe para:

redacao@uola.com.br

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.