Corpo de Sofia foi cremado nos EUA

Após o término dos acertos burocráticos, cinzas da menina serão trazidas para o país

O corpo da bebê Sofia Gonçalves de Lacerda, que morreu no último dia 14 de setembro, foi velado e cremado neste domingo (20) em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. Familiares, médicos e amigos estiveram presentes na cerimônia, que foi transmitida pela internet.

Em razão do volume de acessos, a página da funerária chegou a ficar fora do ar. No Facebook, centenas de pessoas lamentaram não poder acompanhar o velório pela web.

A decisão por cremar o corpo do bebê foi tomada pela família para evitar a burocracia. “Optamos por cremá-lo, já que o traslado [do corpo], se fosse realizado, levaria muito tempo”, afirmou Patrícia Gonçalves, mãe da criança.

Ainda segundo Patrícia, após o término dos acertos burocráticos, as cinzas da menina serão trazidas para o país.

Caso

Nascida em Campinas (SP), a bebê nunca chegou a ir para casa. Recebeu atendimento no Hospital Samaritano, em Sorocaba (SP) e no Hospital das Clínicas de São Paulo. Passou por três cirurgias e foi transferida para os Estados Unidos, para se submeter a transplante multivisceral, que não é realizado no Brasil.

Para custear o procedimento, avaliado em cerca de R$ 2 milhões, a família chegou a fazer uma grande mobilização pelas redes sociais e conseguiu na Justiça que o governo brasileiro bancasse o tratamento no exterior.

A menina passou pelo transplante de cinco órgãos (fígado, estômago, pâncreas, intestino delgado e intestino grosso), mas morreu na madrugada do dia 14, após sofrer uma parada cardíaca.

 Fonte: A tribuna

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.