Padre que distribuiu folheto contra homofobia gera muita polêmica

FratresInUnum.com – Apesar de toda a celeuma provocada pelo folheto pró-gay de sua autoria, Pe. Paulo Sérgio Bezerra diz que “não voltamos mais atrás”.

Ao “Jornal da Cidade”, chegou a revelar: “são poucos os padres com coragem de tocar nesses assuntos. Sempre fui assim, mas, com esse papa, sinto mais tranquilidade de que não serei punido”.

Mas, será?…

Vamos recordar alguns fatos mais ou menos recentes…

A Diocese de Bauru declarou a excomunhão do conhecido Pe. Beto. Na época, dizia-se que o Papa Francisco revogaria a pena canônica. Mas, ao contrário, a excomunhão de Pe. Beto foi confirmada pela Santa Sé.

Do mesmo modo, o Pe. Greg Reynolds, da Austrália, conhecido apoiador da causa gay, também foi excomungado pelo Papa Francisco.

Igualmente, Francisco excomungou Martha Heizer, líder do Movimento “Nós Somos Igreja”, que defende abertamente a agenda homossexual.

PORTANTO, é certo que, caso o bispo de São Miguel Paulista, Dom Manuel Parrado Carral, tenha a correta atitude de declarar a excomunhão automática do Pe. Paulo Sérgio Bezerra e de suprimir a dita Associação “Igreja, Povo de Deus em Movimento”, a Santa Sé confirmará o seu parecer.

Esta gente está alvoroçada e, francamente, passou dos limites!

Não nos desencorajemos. Continuemos a protestar contra os hereges de Itaquera.

O senhor não volta atrás, Padre Paulo Bezerra? Pois bem, nós também não! 

Excomungado o senhor já é, falta apenas que o bispo declare e a Santa Sé ratifique!

 

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.