Praia Grande – Travesti é esfaqueado por não pagar taxa do ponto

Caso ocorreu na Avenida Presidente Kennedy, em Praia Grande e envolveu três travestis. Dois deles foram presos em flagrante

 

O conflito entre três travestis por causa da cobrança pela utilização de um ponto de prostituição teve saldo de um esfaqueado e dois presos em flagrante, em Praia Grande.

Conhecida por Camila, a vítima, de 30 anos, foi golpeada no ombro e no seio direitos, precisando levar 11 e quatro pontos, respectivamente. Segundo ela, a agressão ocorreu porque se recusou a pagar a “taxa do ponto” de R$ 20,00 por dia.

Apontadas como autoras da violência, Milena, de 27 anos, e Samanta, de 34, foram presas por guardas civis municipais e autuadas em flagrante por extorsão e tentativa de homicídio pelo delegado Siulen Vieira Leung.

Peruca

A violência aconteceu na Avenida Presidente Kennedy, no Bairro Tupi. De acordo com a vítima, inicialmente, as acusadas exigiram o pagamentos das diárias atrasadas pelo uso do ponto de prostituição situado em lugar público.

Porém, Camila considerou a cobrança indevida e as acusadas tentaram compensar o suposto débito arrancando a peruca dela. Avaliado pela vítima em cerca de R$ 2 mil, o acessório se transformou em cabo de guerra, porque ela o segurou em uma ponta, enquanto Samanta e Milena o puxavam pela outra extremidade.

Durante a disputa pela peruca, que não chegou a ser roubada, Milena golpeou Camila e fugiu com Samanta. Momentos depois, a vítima foi vista ensaguentada pelos guardas municipais e lhes indicou a direção para a qual correram as acusadas.

Milena trazia na mão uma faca com a lâmina de 20 centímetros entortada e suja de sangue. Na bolsa de Samanta havia outra faca, menor e serrilhada. A dupla negou o crime. Alegou que Camila a ofendeu e tentou esfaqueá-la, sendo desarmada e atingida.

Porém, a versão de legítima defesa dos travestis acusados não convenceu o delegado, que determinou a remoção de ambos ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande, após autuá-los. Camila foi medicada no Pronto-Socorro Quietude e liberada.

Fonte: A tribuna

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.