Praia Grande – Turistas barulhentos fazem um verdadeiro “inferno” em feriados prolongados e moradores estão revoltados

Feriadão em Praia Grande é sinal de calvário para moradores

Basta um feriado prolongado para que Praia Grande e demais cidades da baixada santista fique quase sem espaço para se andar na praia. Cidade muito cheia, praia com bastante banhistas, aumento no policiamento , comércio cheio , tudo aparentemente perfeito não fosse atitude de alguns turistas que descem a cerra trazendo um verdadeiro calvário para os moradores.

Neste feriado de Corpus Christi ,foram vários chamados à PM que relata já estar acostumada a esse tipo de solicitação o que chamam de desinteligência, e ao que parece o nome veio a calhar pois quem promove um barulho acima do normal está sujeito a uma  multa de r$ 2.500,00, aplicada pela própria prefeitura.

Neste feriado uma solicitação chamou atenção em vila caiçara, onde um morador teria solicitado uma viatura  por não conseguir sequer assistir tv com o barulho infernal feito pelo vizinho da esquerda e da direita. Ambos, como que num acordo entre sim, colocaram música  em um volume insuportável , cada um a seu gosto. Um escuta samba e outro música anos 80.

cirene

O problema certamente não se trata do tipo de música, claro, e sim do barulho.  Ao fazer a ligação para 190 a própria atendente da PM não conseguia ouvir o que o denunciante tinha a dizer, precisou de um pouco de paciência para poder entender a reclamação.

Com a chegada das viaturas , que inclusive chegou num momento em que o som infernal estava bem alto, um dos barulhentos baixou o volume. Ambas as casas cheias de mulheres e homens embriagados. EM uma delas, no qual é morador  da cidade e estava com alguns turistas, houve baixaria por parte do proprietário da casa e algumas mulheres bêbadas.

Mas mesmo com vaias a PM fez seu trabalho de forma excelente. Chamou os vizinhos e explicou que não poderiam manter a música em um volume que perturbe o sossego dos demais e que em caso de persistência a Prefeitura será chamada e fará não somente a medição do som, como aplicação de uma multa em torno de r$ 2.500,00. Isso na primeira vez, caso haja reincidência , o valor aumenta.

A PM explica que o morador não pode nem deve se acomodar e chamar sim  190 quando um vizinho perturbador estiver ao seu alcance. Não é possível aceitar esta situação.

Neste caso o reclamante não tem necessidade alguma comunicar-se com seu vizinho e pedir pra baixar, pode ligar direto 190. A PM saberá o que fazer.

Em vários outros casos  onde também solicitaram a PM , todos foram resolvidos, e o mais importante é que a população saiba de seus direitos onde tem que exigir da polícia que se cumpra a lei. Neste caso, aplicação da multa é um fator inibidor mas que muitas pessoas não sabiam e por isso  pouco se importam em respeitar o sossego alheio.

Um morador de Vila Caiçara  , que mora na cidade ha mais de 30 anos , diz que a coisa esta insuportável . Quando vem temporada ou qualquer feriado prolongado, a cidade vira um verdadeiro inferno com alguns turistas quem descem a cerra não para se divertir para para trazer terror aos moradores.feirinha

O morador relatou ainda que estão reunindo pessoas para entrarem com uma ação coletiva  junto a Prefeitura pedindo que a confirmação de barulho de  pelo menos 10 moradores  já de o direito à mesma de aplicar a multa em 2.500,00 ( dois mil e quinhentos reais), pois muitas vezes a PM está a serviço de outras ocorrências o poderá não ter tempo hábil para atender esses tipos de solicitação.

Envie-nos dua denúncia::   redacao@uola.com.br

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.