Rússia vai investigar viagem histórica dos EUA à Lua

Depois de 45 anos da chegada do ser humano à Lua, a Rússia decidiu que irá investigar a veracidade da viagem feita pelos Estados Unidos em 1969.

Em artigo publicado no jornal “Izvestia”, Vladimir Markin, porta-voz do governo russo, disse que a investigação poderia revelar novos “insights” sobre a histórica viagem espacial.

“Não estamos afirmando que os Estados Unidos não foram à Lua, e apenas feito um filme sobre isso. Mas todos esses artefatos científicos – ou talvez culturais – são legados da humanidade, e seu desaparecimento sem vestígios é uma perda para todos nós”, disse Markin ao “Moscow Times”.

Segundo o jornal “The Independent”, Markin, que é o representante do governo no Comitê de Investigações, informou que também será aberto inquérito para apurar o desaparecimento das filmagens originais sobre o primeiro pouso do homem na Lua. A investigação também pretende questionar o paradeiro e as condições das pedras lunares que foram coletadas durante as missões.

Em 2009, a Nasa admitiu que as imagens originais do pouso do homem na Lua “desapareceram” junto com outras 200 mil fitas em vídeo. Na época, a “economia de verba” foi o motivo apontado para a perda.

As imagens, no entanto, teriam sido restauradas com base em cópias de outras fontes, como emissoras de televisão.

Em relação as pedras lunares, a agência espacial defendeu que a maior parte do material, que “se difere aos encontrados na Terra em muitos diferentes aspectos”, está guardada.

Fonte> Uol

Deixe Seu Comentário !

Comentários



Parabéns por ser visitante do Uola. Nosso intuito é informar com o melhor conteúdo todos os assuntos que nosso leitor realmente deseja ler, por isso, sua sugestão para pautas será sempre bem vinda.