Tudo o que você precisa saber sobre jejum intermitente

Weber Micael da Silva
Weber Micael da Silva

O empresário Weber Micael da Silva, grande empresário e entusiasta do mundo dos esportes e boas práticas saudáveis, acredita que os jejuns são realizados pelas pessoas pelos mais diversos motivos, como aqueles que cerne a um cumprimento de ordem espiritual ou ao próprio emagrecimento, por exemplo. 

No entanto, o que pessoas mais leigas não sabem, é que existem tipos de jejuns, e um deles é o chamado jejum intermitente, que é um método de emagrecimento muito útil para aqueles que querem perder peso de maneira urgente. Por isso, a convite de nossa redação, Weber Micael da Silva comenta tudo o que você precisa saber sobre esse assunto, então, acompanhe este artigo até o final!

O que é jejum intermitente?

Em primeiro lugar, Weber Micael da Silva explica que o jejum intermitente consiste, basicamente, na intercalação de períodos de jejum com períodos de alimentação, cujo objetivo é estimular o corpo a se alimentar dos estoques de gordura. Na prática, isso resulta na perda de massa gorda corporal, ou seja, no emagrecimento. 

Como não há restrição de alimentos ou refeições, o empresário comenta que a única regra do jejum intermitente é hidratar bem o corpo com água e respeitar o horário de cada alimentação. Afinal, para Weber Micael da Silva, um dos grandes segredos deste tipo de jejum é a disciplina e força, pois é claro que em algum momento a barriga dará sinais de fome, até que o organismo se acostume.

Tipos de jejum intermitente

Weber Micael da Silva, grande fã e adepto do jejum intermitente, comenta ainda que há três formas de fazer esse jejum, de modo que para escolher a ideal, deve-se consultar um nutricionista ou especilista no assunto, afinal, com saúde não se brinca! O primeiro método é o chamado “coma – pare – coma”, que consiste na alternação entre dias de jejum e dias de alimentação, sendo permitidas apenas bebidas de baixa calorias nos dias de jejum e qualquer alimento nos dias de alimentação.

O outro método, chamado de “16 por 8”, é conhecido como “leangains” e intercala 16 horas de jejum e 8 horas de alimentação. Para Weber Micael da Silva, é uma das formas mais fáceis de jejum, já que no período do jejum, o jejuante passará a maior parte do tempo no sono noturno. Ótimo, não é mesmo?

Por fim, mas não menos importante, o último método do jejum intermitente pode ser a “dieta 5 por 2”, a qual consiste, basicamente, em reduzir a alimentação entre 500 e 600 calorias diárias durante dois dias na semana, de modo que os dias de alimentação, segundo, Weber Micael da Silva, podem ser comidos o que o jejuante desejar.