Você conhece os princípios da economia afetiva?

A inovação está cada vez mais presente no mercado econômico e estão surgindo diversos modelos de economia que se adequam às novas tendências do mercado e as necessidades do público consumidor. O empresário Márcio Alaor de Araujo veio falar um pouco mais sobre o conceito de economia afetiva e de que modo ela pode beneficiar as pessoas e o planeta. Se você quer aprender mais sobre isso, vem acompanhar mais sobre o assunto:

Não é comum ouvir falar sobre a economia afetiva, mas trata-se de um conceito descrito em um livro norte-americano no ano de 2008. O conceito da economia afetiva é muito comum na área de marketing, isso porque a utilizam como uma teoria com base nos impulsos emocionais a fim de atrair as pessoas e com isso conseguir influenciar o consumo através de uma conexão emocional mais profunda entre os produtos, serviços e consumidores.

O modelo da economia afetiva vai enfatizar a ideia de que existe uma relação emocional estabelecida pelos consumidores com as suas marcas favoritas, sendo isso um fator de decisão importante no momento de realizar compras. Márcio Alaor de Araujo explica que a economia afetiva vai propor o abandono de velhos hábitos de consumo para dar espaço às novas maneiras tanto de produzir como de comprar.

Esse conceito da economia afetiva vai fazer com que haja uma integração maior do público com o modelo de economia tradicional. É possível proporcionar uma experiência de compra mais satisfatória e completa a partir do momento que a marca entende as motivações e os fundamentos emocionais dos clientes e consumidores. Esse funcionamento emocional serve como um elemento catalisador sobre as decisões de compra e por isso é importante entendê-lo.

Um bom exemplo é o setor da moda, explica Márcio Alaor de Araujo. Nesse cenário, a economia afetiva está relacionada aos impactos ambientais tanto da produção como da comercialização das roupas, calçados e acessórios. A economia afetiva abre espaço para um diálogo entre os empreendedores, consumidores, setores públicos, trabalhadores e outros setores da sociedade que vão se beneficiar com esse modelo econômico.

O princípio da economia afetiva está relacionado ao bem-estar social e ao respeito à saúde das pessoas e ao meio ambiente. Faz parte desse modelo de economia pensar em soluções criativas e sustentáveis. Esperamos que essas informações de Márcio Alaor de Araujo possam te ajudar a entender mais sobre a economia afetiva e seus impactos positivos para a sociedade.